Experimentos ANDRE VALLIAS

ANAGRAMA PODER

 

 

André Vallias é poeta visual, designer gráfico e produtor de mídia interativa. Desde 1985, sob influência de Augusto de Campos e Omar Guedes, dedica-se à poesia visual e mídia digital.

Tem textos publicados em inúmeras antologias, entre as quais se destacam: Media Poetry: an International Anthology (1996) e Céu Acima: Para um tombeau de Haroldo de Campos (2005). Colabora para revistas brasileiras e estrangeiras: Piauí, Artéria, Et Cetera, Cacto, Roda, Cortex, Alire, Visible Language e High Quality. 

Foi curador de diversas exposições de poesia digital, entre as quais: Transfutur (Kassel, 1990), p0es1e – digitale dichtkunst (Annaberg-Buchholz, 1992) e POIESIS – poema entre pixel e programa (Oi Futuro – RJ, 2007). Em 2003, foi agraciado com o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia pelo poema interativo ORATORIO. Acesse:

Vallias fez apresentações multimídia de seus poemas e traduções nos eventos Errática – Poema ao vivo (CCBB – RJ, 2007 / CCBB – SP, 2008), Poema Falado (Itáu Cultural – SP, 2007), Sybabelia (com Lica Cecato: Oi Futuro – RJ / SESC Pompeia – SP, 2010; Teatro Itália – SP, 2015), Palavras Cruzadas (com Lira: Oi Futuro Ipanema/Cidade das Artes – RJ, 2015) e Brasil Babel (com Lira: SESC Rio Preto, 2015). É autor de HEINE, HEIN? – Poeta dos contrários (Perspectiva, 2011), TOTEM (Cultura e Barbárie, 2014) e ORATORIO – Encantação pelo Rio (Azougue / Cultura e Barbárie, 2015). É editor da revista online Errática: www.erratica. com.br  Acesse:

Nenhum comentário até o momento

LINKS INTERNOS

ORATÓRIO
ImagemA poesia digital de André Vallias é marcada pela conjunção entre palavra, imagem e som. Vídeo disponível na página do autor.
Errática
TextoRevista editada por André Vallias
ORATÓRIO
ImagemA poesia digital de André Vallias é marcada pela conjunção entre palavra, imagem e som.
Vídeo disponível na página do autor. 
LINK
Errática
Revista editada por André Vallias LINK