Experimentos THIAGO FLORÊNCIO

ESPÉCIES DE DESPACHOS

 

Seguir fragmentos da cidade à deriva nos bazares, ajuntá-los e despachá-los em lugares de ferida colonial. Este é o procedimento da performance "espécies de despachos", realizada em algumas cidades do mundo. Neste vídeo a performance ocorre em frente à ex-embaixada dos EUA do Irã, em Teerã, atual República Islâmica do Irã. 

"Espécies de despachos" é uma série de performances realizadas durante a viagem de Thiago Florêncio junto ao coletivo artístico Digibap3. A série recebeu o nome de "derivas etnográficas".  

 Veja o vídeo

Thiago Florêncio é historiador e Doutor em Literatura, Cultura e contemporaneidade pela PUC-RIO. Pesquisa diferentes formas de se pensar a relação entre arte e pensamento decolonial, conjugando estudos de Teoria Literária, História e Antropologia. Foi professor substituto de História da África e Currículo (UERJ). Participou do projeto de residência artístico-cultural DIGIBAP, da AMI (França), que envolve encontros entre artistas e pesquisadores da África francófona, da França e do Brasil. Atualmente colabora para o FICINE (Fórum Itinerante de Cinema Negro). 

Nenhum comentário até o momento

LINKS INTERNOS

"Espécies de despachos"
VídeoThiago Florêncio
"Espécies de despachos"
VídeoThiago Florêncio  LINK